Quais são os conteúdos mais cobrados na prova do Encceja?

Quem está sempre ligado aqui no blog Caderno do ENEM sabe, a prova do Encceja, como é popularmente conhecido o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, vem sendo aplicada desde o ano de 2002. Mas para que serve a prova do Encceja? Você deve estar se perguntando. Bom, ela é certamente o método mais simples e rápido para que aqueles que não puderam concluir o Ensino Fundamental até os 15 anos ou o Ensino Médio até os 18 anos, possam finalmente alcançar essa conclusão e, portanto, assegurar o certificado.

Assim, essas pessoas poderão ter mais facilidade para conquistarem melhores oportunidades junto ao mercado de trabalho. Porém, é claro, nada disso é conquistado sem o devido esforço, e nisso incluímos foco, determinação e muito estudo. Para te ajudar preparamos esse post para mostrar o que é mais cobrado na prova do Encceja. Então siga conosco até o fim da leitura, pois ela será extremamente útil para uma preparação de primeira. Vamos lá…

Como funciona a prova do ENCCEJA?

Antes de efetivamente mostrarmos o que mais cai na prova do Encceja, é importante informarmos como é o funcionamento dela, bem como desse tão importante exame como um todo.

Quem realiza o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos todos os anos é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que por sinal é quem também tem a responsabilidade de organizar e aplicar as provas do Exame Nacional do Ensino Médio. Porém, ao contrário do que acontece no ENEM, para participar do Encceja não existe a necessidade de pagar qualquer taxa de inscrição. Como informado pelo próprio site do Inep, trata-se de uma avaliação voluntária e gratuita.

Podem participar quatro tipos de públicos distintos: no Encceja Nacional, aqueles que residem no Brasil; no Encceja Nacional PPL, quem reside no Brasil mas, no momento, está privado de liberdade ou cumprindo alguma medida socioeducativa; o Encceja Exterior é o realizado para brasileiros que, como o próprio nome deixa claro, residem fora do nosso país; e por fim, o Encceja Exterior PPL, que tem as mesmas características do Nacional, mas é destinado aos brasileiros que estão cumprindo algum tipo de pena no exterior.

Apesar das quatro situações diferentes informadas acima, é importante frisar que a estrutura e características da prova Encceja será a mesma para os quatro públicos, mudando apenas, claro, as questões abordadas, principalmente no que diz respeito ao nível de escolaridade que o participante pretende concluir.

O que cai na prova do ENCCEJA?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como funciona e o que é a prova do Encceja, vamos finalmente te falar a respeito de quais são os conteúdos mais cobrados. Porém, não sem antes falar um pouco sobre como a avaliação é estruturada.

No caso do Ensino Fundamental, costumam ser ao todo 120 questões objetivas, ou seja, de múltipla escolha, abordando quatro áreas do conhecimento, sendo elas Linguagens Códigos e Suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes e Educação Física); Ciências da Natureza e Suas Tecnologias; Ciências Humanas e Suas Tecnologias (Geografia e História); e Matemática e Suas Tecnologias.

Mas afinal de contas, o que cai na prova do Encceja Ensino Fundamental? Bom, quando se trata de Matemática os conteúdos que historicamente mais caem são gráficos, porcentagem, regra de três e cálculos. Já em Linguagens, é importante dar maior foco em variação linguística, interpretação de textos, composição de palavras e língua estrangeira no cotidiano. Para Ciências Humanas os temas mais cobrados costumam ser concepção de trabalho ao longo da história, política, impactos das novas tecnologias e Geografia geral. E por fim, para Ciências da Natureza os temas que tendem a cair com maior frequência são os relacionados a Biologia e Física.

Agora é a hora de falarmos com você que está perguntando: como é a prova do Encceja Ensino Médio? Ela é muito semelhante ao que se encontra no ENEM, uma vez que cobra exatamente as mesmas áreas do conhecimento, e também totalizando 120 questões. Então, para recordar, as áreas são as seguintes: Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes e Educação Física); Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia); Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia); e Matemática e suas Tecnologias.

Porém, não só de provas objetivas se baseia o ENCCEJA, muito pelo contrário. Todos os participantes precisam produzir também uma Redação que, costumeiramente, deve ter a estrutura em prosa dissertativa-argumentativa. Aqui a dica é sempre estar atento aos noticiários, ler bastante, principalmente temas ligados à sociedade, cultura e política, que tenham grande relevância no Brasil ou no mundo, pois são esses os que tendem a se tornarem temas para o texto.

O cálculo a ser feito para saber se houve ou não a aprovação é simples. Tudo se resume a garantir pelo menos 100 pontos em cada uma das áreas do conhecimento, tanto no caso do ensino fundamental como também do médio, além de uma pontuação igual ou maior que 5 (cinco) pontos na Redação, cuja valor total é 10 (dez). Tendo alcançado esse desempenho, o certificado está na mão!

Então é basicamente isso o que estudar para a prova do Encceja.

O que pode e o que não pode levar?

Outro detalhe que também é motivo de dúvidas, além do que costuma ser cobrados, é o que levar para fazer a prova do Encceja. Bom, é óbvio que no dia é necessário levar um documento de identificação original e que tenha foto, podendo ser Carteira de Identidade, Passaporte, Carteira de Habilitação ou Carteira de Trabalho. Como estamos enfrentando uma pandemia, também é obrigatório levar consigo máscaras de proteção. Sobre a caneta, a única aceita é a de tinta preta e produzida em material transparente. O Inep aconselha ainda que sejam levados álcool em gel e o Cartão de Confirmação de Inscrição.

Agora, assim como há os itens que podem (e devem) ser levados, existem também os que não podem de jeito nenhum estar de posse do aluno a não ser que acondicionados dentro do envelope porta-objetos, sob risco inclusive de ocasionar eliminação do Exame. Entre eles podemos citar: óculos escuros e qualquer tipo de chapéu; caneta de material que não seja o anteriormente mencionado, ou seja, transparente; livros, cadernos ou anotações; relógio; fones de ouvido; e qualquer tipo de dispositivo eletrônico, como celular, tablet e calculadora, por exemplo.

Conseguimos te responder como é uma prova do Encceja? E para conferir todos os demais detalhes, bem como acessar o edital do Exame, acesse o site do Inep clicando aqui.

Deixe seu Comentário