Como saber se uma faculdade de letras a distancia é reconhecida pelo MEC?

O primeiro passo antes de se matricular no curso de licenciatura em letras EAD é conferir se a instituição é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) para oferecer esse curso. Por isso, no texto de hoje, vamos te mostrar porque esse ponto, que parece um simples detalhe, é tão importante para a sua carreira. E claro, vamos te ensinar a conferir essa informação, além de apresentar a grade curricular da licenciatura em letras.

Então, é só conferir o texto até o final e ficar bem informado sobre essa graduação. Assim, você pode se matricular hoje mesmo no curso, começar seus estudos e dar o primeiro passo rumo a uma carreira de sucesso na área.

Por que o reconhecimento do MEC é tão importante para a licenciatura em letras EAD?

Muito se fala sobre o reconhecimento do MEC, mas poucas pessoas entendem o que ele realmente significa. Mas, a explicação é bem simples, apenas as faculdades reconhecidas são liberadas para emitir diplomas válidos. Ou seja, caso você opte por uma instituição sem esse reconhecimento, ao final dos 4 anos de estudos da licenciatura em letras a distância, você não terá acesso ao seu diploma. Sendo assim, para o mercado de trabalho, você não é um profissional com ensino superior.

Dessa forma, já deu para perceber o quanto esse ponto é importante, não apenas para a licenciatura em letras EAD, mas para todos os cursos de todas as área e modalidades. Afinal, após a dedicação aos estudos, o profissional quer se lançar no mercado de trabalho, conquistar uma vaga na área e colocar em prática todo o conhecimento adquirido, mas isso só será possível se optar por uma faculdade reconhecida pelo Ministério da Educação.

Esse reconhecimento também será exigido, caso você queira continuar seus estudos e se matricular em um curso de pós-graduação ou MBA. Afinal, eles necessitam da base do conhecimento na área. Acho que já conseguimos te convencer da importância desse reconhecimento, então, vamos te ensinar a encontrar essa informação.

Como saber se a licenciatura em letras EAD é reconhecida pelo MEC?

As faculdades que possuem esse reconhecimento, normalmente divulgam em seu próprio site essa informação. Mas, de qualquer forma, você pode checar de forma rápida. Basta acessa o site do e-Mec e pesquisar pelo nome da instituição de ensino que você está interessado. Também é possível fazer outros filtros e conferir o município da faculdade, a organização acadêmica, o tipo de credenciamento e muito mais.

É importante lembrar que essa informação é de acesso público, então você pode conferir para qualquer curso de licenciatura em letras ou outra graduação que queira saber. Além disso, esse reconhecimento é importante para que o MEC consiga manter um padrão de qualidade das universidades em todo o país e, consequentemente, dos diplomas que são emitidos por elas.

Grade curricular da licenciatura em letras

Agora que você já sabe tudo sobre o reconhecimento do MEC, podemos falar mais sobre a grade curricular. E para quem não sabe, a grade nada mais é do que a lista de disciplinas e temas que o aluno aprenderá durante o curso. Então, além de conferir se a faculdade é credenciada é importante também conferir essa listagem, afinal, ela tem algumas alterações dependendo da instituição.

Nela você também encontra os grandes projetos como o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e o estágio supervisionado obrigatório. Assim, pode conferir em quais momentos do curso, você vai se dedicar a esses trabalhos. Então, confira abaixo um exemplo completo de grade curricular do curso de licenciatura em letras português!

Grade curricular do curso de letras português

1º semestre

  • História da Educação;
  • Prática Textual em Língua Portuguesa;
  • Formação docente para a diversidade;
  • Filosofia da Educação;
  • Libras – Língua Brasileira de Sinais;
  • Sociologia da Educação;

2º semestre

  • Teoria da Literatura I;
  • Psicologia da Educação;
  • Políticas Educacionais e Organização da Educação Básica;
  • Didática;
  • Educação e Ludicidade.

3º semestre

  • Currículo e Planejamento da Educação Básica;
  • Fundamentos da Educação Especial e Inclusiva;
  • Educação Ambiental e Cidadania;
  • Fonética e Fonologia;
  • Teoria da Literatura II;
  • Direitos Humanos, Educação no Trânsito e Relações Étnico-Raciais.

4º semestre

  • Introdução à Linguística;
  • Literatura Brasileira I;
  • Estudos Morfossintáticos;
  • Literatura Infantil.

5º semestre

  • Fundamentos Teóricos e Práticos do Ensino de Língua Portuguesa;
  • Literatura Brasileira II;
  • Estágio Supervisionado I;
  • Literatura Brasileira III;
  • Transversalidade na Educação;

6º semestre

  • Fundamentos da Formação do Leitor Literário;
  • Alfabetização e Letramento: desenvolvimento e apropriação;
  • Literatura Infantojuvenil;
  • Avaliação da Aprendizagem.

7º semestre

  • Literatura Portuguesa;
  • Estilística e Semântica;
  • Estágio Supervisionado II;
  • Gestão Educacional;
  • Direitos Educacionais de Crianças e Adolescente.

8º semestre

  • Literatura Portuguesa e Luso-Africana: moderna e contemporânea;
  • Métodos e Técnicas de Pesquisa;
  • Tópicos Especiais;
  • Trabalho de Conclusão de Curso – TCC;
  • Oficina de Produção e Revisão de Textos;
  • Atividades complementares (pode ser realizada a partir do 1º módulo)

Carga horária

Com esse exemplo de grade curricular citada acima, a carga horária do curso é de 3.200 horas, que podem ser completadas em no mínimo 4 anos. Lembrando que os cursos de licenciatura, incluindo letras, precisam ter no mínimo quatro anos de duração, segundo novas orientações do MEC. Esse seria o tempo necessário para que o estudante tenha acesso a todo o conteúdo e práticas necessárias para enfrentar os desafios da profissão e do mercado de trabalho.

Para ser mais específico, nos dias de hoje, os cursos de licenciatura precisam ter no mínimo 3.200 horas de aprendizagem, considerando o desenvolvimento das competências profissionais nas três dimensões necessárias: conhecimento, prática e engajamento profissional.

Para realizar a divisão das horas do curso, são considerados três grupos, confira abaixo quais são eles:

  • Grupo I: 800 horas para a base comum que compreende os conhecimentos científicos, educacionais e pedagógicos e fundamentam a educação e suas articulações com os sistemas, escolas e práticas educacionais.
  • Grupo II: 1.600 horas para a aprendizagem dos conteúdos específicos das áreas, componentes, unidades temáticas e objetos de conhecimento da BNCC e para o domínio pedagógico desses conteúdos.
  • Grupo III: 800 horas para a prática pedagógica com a seguinte distribuição: 400 horas de estágio supervisionado, em situação real de trabalho em escola; e 400 horas de práticas nos componentes curriculares dos Grupos I e II, distribuídas ao longo do curso, desde o seu início.

Equipe de redação do Caderno do ENEM

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

dois × 1 =