Como é um curso de pós graduação EAD em educação especial e inclusiva?

A pós-graduação em educação especial e inclusiva está em destaque no mercado acadêmico e atraindo cada vez mais novos alunos. Por isso, se você tem dúvidas sobre essa área, precisa ler este texto até o fim. Assim, é possível conhecer mais sobre a importância desse segmento e se manter atualizado com os conhecimentos exigidos dos profissionais da educação. Mas, antes de falar especificamente sobre o curso, vamos explicar o que é educação especial e inclusiva. Confira logo abaixo!

O que é educação especial e inclusiva?

É preciso lembrar que a educação é um direito básico, comum a todos os cidadãos. Por isso, entender o que é a educação especial e inclusiva é essencial para quem deseja trabalhar em uma escola especializada ou que seja inclusiva. Mas, também é necessário entender que apesar de estarem sempre juntas, essas são duas modalidades diferentes, e cada uma delas tem as suas particularidades. Confira abaixo!

O que é educação especial?

Dessa forma, a educação especial utiliza ferramentas didáticas e pedagógicas específicas para atender às limitações da criança com necessidades especiais, sejam elas físicas ou cognitivas. Porém, ela não possui um papel integrador do aluno com a sociedade. Por isso, a educação especial é aplicada fora do ambiente da educação regular, em escolas ou centros especializados no atendimento a essas crianças.

O que é educação inclusiva?

Já a educação inclusiva é um sistema educacional misto, onde se alia a educação regular com a educação especial, que foi mencionada anteriormente. Dessa forma, nesse contexto, os alunos com necessidades especiais são integrados aos demais alunos no ambiente escolar comum.

Porém, só aceitar o aluno com deficiência não é considerado inclusão. Para isso, o professor, assim como os demais colegas precisam estar integrados ao estudante. A ideia é que todos trabalhem juntos para o desenvolvimentos integral dessa criança. A Educação Inclusiva colocada em prática se baseia em considerar a deficiência de um aluno como uma das muitas características diferentes que cada um deles apresenta.

A escola também precisa dispor de tecnologias que permitam a integração dos alunos com necessidades especiais e o apoio de um grupo de profissionais que possam proporcionar um processo educacional de formação integral, como educadores físicos, psicólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e psicopedagogos.

A importância da especialização em educação especial e inclusiva

É preciso lembrar que no Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases Nacionais da Educação (9.394/96), de 1996, assegura a todas as crianças com necessidades especiais, o direito constitucional de educação pública e gratuita. Segundo o MEC, qualquer escola, seja ela pública ou particular, que negar matrícula a um aluno com deficiência comete crime punível com reclusão de 1 a 4 anos (Art. 8º da Lei nº 7.853/89).

Sendo assim, para atender da melhor forma possível, a escola precisa contar com profissionais qualificados para desempenhar esse papel. E apenas concluir um curso de licenciatura não é o suficiente para preparar os educadores para essa função. Por isso, é tão importante investir em uma pós-graduação em educação especial e inclusiva a distância.

Afinal, o profissional precisa conhecer os tipos de deficiência para saber como lidar com as características individuais de cada criança. Sendo assim, o educador precisa sempre se atualizar. Por isso, vamos falar um pouco mais sobre a pós-graduação em educação especial e inclusiva EAD.

Como é a pós-graduação em educação especial e inclusiva a distância?

A pós-graduação em educação especial e inclusiva a distância não faz a diferença apenas como uma das formas de aumentar salário e conquistar novas oportunidades de trabalho, mas também, diz respeito a agregar conhecimento para a sua carreira. Sendo assim, a especialização abrange todos os conteúdos que o profissional precisa para desenvolver um trabalho de qualidade em sala de aula, garantindo a qualidade da inclusão do aluno especial.

O principal objetivo do curso é proporcionar um aprofundamento teórico que proporcione a prática pedagógica dos profissionais envolvidos no trabalho com o aluno portador de necessidades especiais. Além disso, o docente agrega uma visão mais abrangente em relação à inclusão da pessoa com necessidades especiais no ensino regular.

O tempo de duração do curso varia de instituição para instituição, mas normalmente são 600 horas de estudo. Durante esse tempo não é necessário a produção de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Porém, caso o estudante tenha interesse, algumas faculdades permitem sua realização.

Grade curricular da especialização

A grade curricular do curso nada mais é do que a lista de matérias e assuntos que serão ensinados. Também há algumas alterações dependendo da faculdade, mas a base de ensino tende a ser a mesma. Separamos um exemplo de grade para você, confira abaixo!

  • Formação Docente para a Diversidade;
  • Novos Caminhos para Profissionais da Educação;
  • Diversidade na Aprendizagem de Pessoas com Necessidades Especiais;
  • Deficiência Intelectual, Física E Psicomotora;
  • Deficiência Visual, Auditiva e Surdocegueira;
  • Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD) e Altas Habilidades;
  • Fundamentos da Educação Especial;
  • Metodologia do Ensino da Educação Especial;
  • Tecnologia Assistiva;
  • Comunicação Alternativa.

Como escolher uma boa instituição de ensino?

Agora que você já conhece a área, o curso e está convencido de que precisa se especializar nesse segmento, chegou a hora de escolher a instituição de ensino. Sendo assim, o primeiro ponto é verificar se a faculdade é credenciada pelo Ministério da Educação (MEC). Afinal, é esse credenciamento que torna o seu diploma válido e bem aceito pelo mercado de trabalho, quando você for procurar por uma vaga na área. E você pode conferir essa informação de forma rápida e simples, basta acessar o site do MEC e pesquisar pelo nome da instituição em questão.

Depois disso, é importante conferir quem serão seus professores e qual é a metodologia de ensino da instituição, incluindo quais materiais são oferecidos aos alunos. Se puder, peça uma prévia de videoaula ou de algum outro material, assim poderá analisar de forma mais assertiva. Afinal, a especialização trará conhecimentos que serão levados por toda a sua carreira e aplicados no seu dia a dia de trabalho. Sendo assim, é preciso apostar em uma instituição séria que possa te trazer uma boa base para desempenhar a sua função da melhor maneira possível.

Deixe seu Comentário